20 agosto 2012

A Jornada


Algumas jornadas são melhores do que outras, mas todas, invariavelmente, inspiram reflexões. E até uma garotinha de 09 anos pode descobrir novas coisas sobre si mesma e sobre o mundo aonde vive ao embarcar em uma aventura.
A Jornada                Em A Jornada, livro de Erin Moulton, somos apresentados à história de uma viagem inacreditável que duas irmãs vivem. A família Rittle possui três filhas: Dawn, com 11 anos (a mais velha e mais inteligente) , Maple,  de 09 anos (a do meio e mais sapeca), e Bettle, uma bebê que nem fala ainda. Mas logo elas irão ganhar uma nova cúmplice de aventuras:  em breve a mamãe dará à luz a sua quarta menininha, Lily.
                Maple é a voz que nos conta a história da aventura que viveu com sua irmã, Dawn, quando Lily nasce. A nova integrante da família nasce prematura e seu frágil coração pode não resistir por muito tempo. Munida de muita coragem e amor, Maple decide sair em busca de um tal Senhora dos Desejos, A Mulher Sábia da Montanha que sua mãe sempre mencionava em suas cantigas. Segundo a letra da canção, a água da fonte da Senhora é capaz de fazer milagres. E um milagre, com sua irmãzinha internada, é o que Maple mais deseja.
                O livro é bem leve e repleto de intenções sensitivas. Uma hora você está rindo com as competições e lutas físicas silenciosas protagonizadas por Maple e Dawn, e outra hora você está meio tenso, torcendo para que tudo dê certo na aventura das meninas. Afinal, não é todo dia que duas garotinhas saem sozinhas em busca de aventura no meio de uma floresta cheia de segredos, passando por perigos que envolvem desde bichos selvagens até a caçadores fora-da-lei. É bonito observar o fortalecimento dos laços entre as irmãs, observar como elas passam a admirar umas as outras mais no decorrer da aventura. Afinal, é nos momentos de dificuldade que sabemos quem realmente está do nosso lado, sim?!
            Se vocês visitam frequentemente o blog, já sabem que eu adoro um livro infantil bem escrito, com pequenos protagonistas sagazes – esse ano já estive com eles em O Livro das Coisas Perdidas e em Amanhã Você Vai Entender. Porém, pela primeira vez no ano senti que o livro era infantil demais para mim - vou emprestar pra minha irmã de 12 anos para ver se estou errada. A história é simples, com poucas tramas, e achei a Maple muito esperta para a idade. Como o livro é narrado em primeira pessoa, fiquei pensando qual garota de 9 anos que conheço que utiliza palavras como: VENTOSAS, TURBILHÃO, INDAGO, SUTURAR, SACOLEJA  e etc, minha gente?! Não sei se o texto original é assim mesmo ou se foi algum ato-falho da Novo Conceito.
            Falando em Novo Conceito, fora esse probleminha das palavras “difíceis” que a Maple utiliza, a editora fez um belo trabalho decorando o livro todinho com borboletas-monarcas, que possuem um significado mais do que especial na história. Deu um aspecto bem infantil e fofo ao livro.
             A Jornada é um livro curto, de fácil leitura e infantil, porém que não me conquistou muito como outros similares. Mas se você se empolgou para ler, vai em frente que você vai descobrir, em resumo, uma mensagem bonita sobre o amor fraternal. Não será, possivelmente, o livro da sua vida, mas deixará seu dia um tanto mais sorridente. E você descobrirá que fazer milagres pode ser mais fácil do que se imagina.

Editora: Novo Conceito (2011)
Autor:  Erin E. Moulton
Classificação:


Beijos,
A.

8 comentários:

  1. Oii
    Eu nunca tive vontade de ler esse livro, mas quando comecei a ler a resenha fiquei interessada. É uma pena que o livro seja muito infantil.
    Parabéns pela resenha e pela sinceridade!

    Beijo,
    Gaby
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Todas as resenhas que leio sobre esse livro falam o mesmo. Enfim, tenho uma certa curiosidade de conhecer a história.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Agnes,não sou tão chegada a livros infantis,mas fiquei curiosa quanto a este! Parece ser uma estória fofinha,ótima resenha.
    beijos

    strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Já li algumas resenhas a respeito desse livro, mas a tua foi - de longe - a melhor!
    Eu estou lendo alguns infanto-juvenil ultimamente porque tenho uma filha de 10 anos, então todos os livros que eu compro pra ela eu acabo lendo também para saber do que se trata e para ter um assunto a mais para conversar com ela, então conhecendo bem os gostos dela sei que um dia ela irá se interessar por este livro. :)
    Uma dica e tanto, chéri.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Eu comprei esse livro ha um tempo atras pq achei a capa bonita, mas nunca li. Nem a sinopse eu não li! rsrsrs
    Gostei da resenha. Gosto de livros infanto juvenis, mas prefiro os mais fantasiosos e absurdos rsrsrsrs

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  6. Olá, já vi umas opiniões bem contraditórias sobre A jornada. Algumas pessoas adoraram e outras acharam o livro bem fraco.

    Sobre crianças falando palavras difíceis, acredito que seja possível, pela fase de querer ser independente[falar difícil é uma atitude bem adultinha].

    Também gosto de livros infantis. Alguns conseguem ser mais leves e mais profundos que livros adultos.

    www.amorporclassico.com

    ResponderExcluir
  7. Oiie,

    Eu tinha uma enorme vontade de ler este livro, mas, devido as resenhas que vi por aí esta vontade diminuiu bastante, mas, ainda tenho curiosidade em relação a este livro, ainda mais porque ele é lindo demais.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário!

Editado por Agnes Carvalho. Imagens de tema por andynwt. Tecnologia do Blogger.

© rascunhos e borrões, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena